• Luciano Passianoto

A chegada de um filho muda bastante a vida do casal: Como lidar?


A chegada de um filho em geral muda bastante a rotina do casal. A dinâmica familiar precisa adaptar-se ao recém-nascido, que consome muito tempo e energia dos pais. As novas responsabilidades exigem organização das duas partes e a falta dessa iniciativa pode acarretar em divergências.

Segundo Luciano Passianotto, psicoterapeuta e terapeuta de casais, é necessário que a maternidade/paternidade não seja vista romanticamente, pois a realidade acarreta demandas desagradáveis, como noites mal dormidas, insegurança ou ansiedade no cuidado do bebê e cobrança para aprender tudo relacionado ao mundo infantil.

O estresse pode causar conflitos sobre qualquer decisão e divisão de atividades tomadas, principalmente no primeiro ano de vida da criança, considerado um momento frágil e estressante, já que os pais precisam estar alertas, pois amamentação, cólicas, febres e qualquer negligência pode ter consequências graves.

As discussões sempre acontecerão, principalmente na criação do primeiro filho, visto que nos próximos os pais podem aplicar o conhecimento que adquiriram. Mesmo que os conflitos diminuam quando a criança se torna mais estável, quando os pequenos crescem as demandas e desafios mudam, causando novos questionamentos.

Para manter uma boa relação, o diálogo é essencial. O casal precisa ter uma boa comunicação e maturidade para que decida, de acordo com a individualidade de ambos, sobre a divisão de tarefas e responsabilidades que sejam mais adequadas a cada um.

"Da mesma forma que nas demais situações onde o casal pensa diferente, eles devem se comunicar bastante, expor seus desejos e frustrações e buscarem chegar a um acordo em que ambos façam concessões e tenham obrigações", afirma o especialista.

Quando houver discussão, não adianta escondê-la das crianças, que possuem uma boa percepção para identificar algo errado. Porém, quando as discussões forem mais acaloradas ou possuírem como tema a própria criança, deve-se evitar tê-las na presença do filho. Se o casal não consegue trabalhar em conjunto para resolver suas divergências, a terapia e ajuda de um profissional pode melhorar a comunicação e diminuir a intensidade e frequência das brigas.

Além disso, é importante que o casal invista em um tempo e energia na relação, para que tenham um relacionamento saudável. O afastamento de ambos pode ser prejudicial para a estrutura familiar.

"Por mais que o bebê seja dependente e a prioridade, a relação do casal não deve ser sacrificada para que eles sejam bons pais", explica Passianotto.

Os pais precisam agir de maneira adulta, analisando as necessidades de cada um e dos filhos para tomarem as melhores decisões.

"Pessoas têm valores, estilos e personalidades diferentes. É absolutamente normal que haja diferenças de opiniões e posturas. Lidar com essas diferenças com maturidade, sinceridade e paciência ajuda o casal a encontrar um meio termo ou a tomar a decisão que seja a mais apropriada para a família", completa.

Sobre Luciano Passianoto,

Luciano Passianotto, presta atendimento clínico psicológico para jovens, adultos e casais, fornecendo um espaço para compreensão e mudança de comportamentos e sentimentos disfuncionais. Oferece segurança e orientação para casos de transtornos de ansiedade, depressão, angústia, traumas, alcoolismo e dependência, na busca de retomar o equilíbrio psicológico e emocional e satisfação pessoal.

Consultório: Rua Ibiapaba, 365 - Morumbi/SP Tel: (11) 4113-2722 WhatsApp/Cel: (11) 98546-6900 @Email: passianotto@gmail.com

Site: www.passianotto.com

Gostou das dicas? então compartilhe com um amigo, deixe o seu comentário, siga nossas redes sociais!

Instagram: @mamaequeviaja Facebook: https://www.facebook.com/mamaequeviaja/ Youtube: Canal Mamãe Que Viaja

Um abraço,

Amanda Ribeiro - Mamãe Que Viaja

#psicologo #lucianopassianoto #passianoto #psicoterapeuta #terapiadecasais

22 visualizações

© 2017 por  Amanda Ribeiro a MAMÃE QUE VIAJA  

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon