• Amanda Ribeiro

Como fica a rotina de uma criança com autismo durante a viagem?


Segundo especialistas, criar uma rotina é essencial na educação de uma criança: ter horário certo para dormir, para comer e para tomar banho ajuda no processo de aprendizagem e de entendimento da vida. Quando viajamos, parte dessa rotina é quebrada e podemos deixar os filhos um pouco confusos.

Para evitar crises, stress, a dica é:

Tente recriar a rotina durante a viagem, se adaptando às circunstâncias do local onde você estiver. Dê banho no mesmo horário, mantenha o mesmo número de refeições, leve o suco ou a fruta que ela gosta.

A rotina para uma criança com TEA (Transtorno do Espectro Autista) é muito importante, as crianças com TEA possuem uma enorme dificuldade em se comunicar, por isso a rotina é fundamental pois traz segurança, limites, dimensão, evita que fiquem confusas e tenham comportamentos inadequados.

Eu gosto de comparar a falta de rotina, a uma viagem sem roteiro. Imagine você ir viajar, sem saber se vai para a neve, praia, se vai de avião ou de carro, sem saber onde vai comer, ou dormir, tudo isso sem poder questionar, seria desesperador concorda?

Algumas crianças com TEA tem uma rotina mais rígida e mudanças bruscas podem trazer transtornos para os pais e gerar ansiedade, desorganização e crises.

Desde que o Arthur era bebê nós mudamos nosso ritmo de viagem, o Arthur tem o horário certinho para almoçar, ele faz 2 sonecas, de manhã e à tarde e dorme cedo. Durante uma viagem não dá para seguir à

risca a rotina de horários mas tentamos ficar o mais perto possível.

O Arthur almoça todos os dias 11h40, porque depois vai para a escola, durante uma viagem eu organizo para que perto deste horário ele esteja almoçando, porque ele com fome pode ser um gatilho para um momento de stress ou crise.

Para nós pais é difícil porque a gente toma um belo café da manhã no hotel as 9h00 e quando chega 11h40, a gente a ainda não está com fome para almoçar, mas onde eu vou, eu já chego na praia, hotel, parque e já vejo onde tem almoço, ás vezes eu nem almoço junto, mas dou almoço para ele, seguir o mais perto possível da rotina é a dica para evitar stress!

Durante uma viagem para o Nordeste, nós acordávamos muito cedo 5h30 da manhã para ir para as piscinas naturais, chegávamos da praia 9h30, tomávamos café da manhã e deitávamos junto com o meu filho para fazer a soneca da manhã! Eu queria ficar na praia tomando sol, água de cocô e lendo? Queria, mas fazer uma soneca de manhã também era legal. A gente se adaptou!

Faça um roteiro do dia com os horários da rotina e inclua as atividades da viagem.

08h00 Despertar

08h30 Café da manhã

09h00 Brincar (praia, piscina, parquinho)

10h30 Água / Fruta

12h00 Almoço

13h00 Soneca

14h00 Brincar

15h30 Água / Fruta

18h00 Banho

19h30 Jantar

20h30 Histórias e brincadeiras calmas

22h00 Dormir

Está é a minha programação quando estou em um hotel, mas nem sempre funciona depende do destino, das atividades, quando sai muito desta rotina é certeza que vai ter stress.

Mas mudanças de rotina também são benéficas para o desenvolvimento e aprendizado de crianças com TEA. É importante trabalhar as quebras de rotina fazendo algumas mudanças no dia a dia, mudar o caminho de ir para a terapia, fazer uma comida diferente, assistir outro programa de TV. Trabalhar nessa quebra de rotina é importante para que a criança aprenda que fatos inesperados também podem ser legais.

Gostou das dicas? então compartilhe com um amigo, deixe o seu comentário, siga nossas redes sociais!

Instagram: @mamaequeviaja Facebook: https://www.facebook.com/mamaequeviaja/ Youtube: Canal: Mamãe Que Viaja

Abraço,

Amanda Ribeiro


0 visualização

© 2017 por  Amanda Ribeiro a MAMÃE QUE VIAJA  

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon